Estão abertas as inscrições para o Afrossá – Programa de Estudo e Certificação Internacional em Dança Afro-brasileira

Estão abertas as inscrições para o Afrossá – Programa de Estudo e Certificação Internacional em Dança Afro-brasileira CID/Unesco, atividade 100% online e gratuita, que acontece de 21 de fevereiro à 10 de abril. Sob a direção do professor Carlos Ujhama (membro do Conselho Internacional de Dança CID/Unesco), a programação contará com grandes nomes do universo da Dança, como Antonio Cozido, Rosangela Silvestre e Jorge Watusi, por exemplo.

As inscrições devem ser feitas através da plataforma do evento ( https://www.efai.art.br/afrossa ). Vagas limitadas.

O Afrossá é desenvolvido pelo IABACE – Instituto Afro Brasileiro de Artes Cultura e Educação, que está sob a coordenação do professor Ujhama. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo do Estado.

Na ocasião, serão premiados ainda dois trabalhos dos participantes. A premiação irão garantir aos vencedores a inscrição, como estudantes NÍVEL 1, do programa AFROSSÁ – CID/Unesco, passaporte universal dos estudos de dança, válido em mais de 170 países – equivalente ao valor de R$ 400 reais, cada.

Um dos motes principais do Afrossá será a Década Afro descendente, que valoriza o reconhecimento e a justiça para o desenvolvimento dos artistas da Bahia. O cronograma inclui ainda vivências, palestras, bate papos e oficinas, para que os participantes possam aprofundar as possibilidades técnico-teóricos, destinadas ao conhecimento, reelaboração de conceitos atuais e novas metodologias.

Todo o conteúdo será acessado exclusivamente pelos inscritos na plataforma do eventoDetalhes no perfil nas redes sociais: @projeto.afrossa.

 

SERVIÇO
AFROSSÁ  Programa de Estudo e Certificação Internacional em Dança Afro-brasileira CID/Unesco

Onde: Plataforma do EFAI – https://www.efai.art.br/afrossa

Quando: 21 de fevereiro à 10 de Abril de 2021

GRATUITO (Vagas limitadas)

FOCUS Brasil Roma – Painel Afrodescendentes.

Criado em 1997 pelo jornalista e produtor Carlos Borges, o Brazilian International PRESS AWARDS se tornou, com o passar dos anos, numa das mais relevantes celebrações da cultura brasileira no âmbito internacional.
Em 2011 o evento se expandiu para a Europa (Londres) e Ásia (Tokyo), tornando-se efetivamente a mais abrangente celebração do talento e presença brasileira no exterior.
Em 2012 o evento celebra o 15º aniversário de realização de sua edição norte-americana, e também os décimo aniversário de parceria com o Broward Center for the Performing Arts.
Desde sua criação a iniciativa tem uma missão claramente definida: homenagear as personalidades, instituições e iniciativas comprometidos com a promoção artística, cultural e imagem positiva do Brasil.
O processo de indicações e premiação do PRESS AWARDS envolve quatro etapas:
  • Primeira: aberta ao público em geral através da Internet, são recebidas centenas de sugestões de indicados através do site oficial
  • Segunda: com base nessas sugestões, o Board do Press Awards elabora a lista dos pré-indicados, que vão a voto popular pelo site oficial
  • Terceira: O voto popular define os indicados em cada categoria.
  • Quarta: o Colégio Eleitoral, formado por representantes das mídias, lideranças e representantes de entidades culturais e comunitárias brasileiras de cada região escolhe, entre os indicados, os ganhadores da temporada.
Ao longo dos anos, o prêmio tem reconhecido centenas de personalidades, entidades e iniciativas. Igualmente tem consagrado alguns dos mais importantes nomes da Cultura Brasileira de todos os tempos, agraciados com o “Lifetime Achievement Award”

Arte, Educação em Questão

AFROSSÁ – UM MODELO POPULAR DE EDUCAÇÃO ATRAVÉS DA ARTE

Mediação: Solange Simões, educadora artista pesquisadora e coordenadora geral do Programa de Arte e Educação Integral do Projeto Mundo Novo; especialista em Arte, Educação e Tecnologias Contemporâneas pela Universidade de Brasilia; Diretora Teatral do Grupo Trapos e Cia.; Pedagoga pela Universidade Federal da Bahia; Produtora Cultural.

O Projeto Mundo Novo é um Programa de Arte Educação que realiza diversas vivências artes educativas para crianças, adolescentes e jovens. Iniciou as ações, em 1998, em Salvador Bahia, na Comunidade da Vila Rui Barbosa e em 2000 no Espaço Cultural Trapos e Cia., Pelourinho, sob coordenação de Solange Simões (Educadora Artista; Diretora Teatral; Especialista em Arte, Educação; Pedagoga e Produtora Cultural).

O principal objetivo da proposta é conectar pessoas, artistas educadores baianos, nacionais e internacionais, para criar uma rede de comunicação que possa impulsionar os debates sobre os desafios da Educação em Artes na Contemporaneidade, como Expressão e Produção (ato de criação) e processo de fruição do Conhecimento. Também, a construção de projetos coletivos para financiamentos, como, ampliar a inserção social de propostas de educação artística e cultural em diversos espaços das comunidades populares e fortalecer a manutenção de atividades.

Espera – se com os encontros aprofundar os debates sobre: a Essência da Arte e as Diversidades de expressões; a sua importância como Caminho possível para o Autoconhecimento do Ser Pleno; a sua Pedagogia e a Dimensão Estética da Arte na Educação; os diversos Ensinos das Artes, conforme a cultura; os conceitos, concepções e práticas pedagógicas nas escolas e na demanda social e as diversas maneiras de aprendizagens. Bem como, a importância da inserção do conceito de Humanidade na educação brasileira, educação política e a ancestralidade com a descolonização do ensino das artes.

transmissão ao vivo https://streamyard.com/6skwkk6afg
Projeto Mundo Novo
@projetomundo.novo

Social entrepreneurship and key competences for health ERASMUS+2019

Beneficiario SINTAGMI IMPRESA SOCIALE 2019 – 2021 https://www.sintagmi.it/social-entrep…

– Mobilità “di insegnamento-formazione all’estero” L’occasione per collaborare con l’impresa sociale è rappresentato da scambi intercorsi fin dal 2019 al fine di sperimentare, da parte di Sintagmi e i collaboratori volontari, nuovi approcci e linguaggi nell’educazione degli adulti in campo sociale. Date della mobilità: from 18 to 24 February 2020 Grecia – QUILOMBO LAB SERVION 8 10441 ATENE http://www.quilombo.gr/

Attività proposte:

– Danza, tecnica, laboratorio e fusione artistica per la danza contemporanea, analisi di simboli, segni, aspetti culturali e composizione.

– Interdisciplinarietà artistica e culturale: analisi dei “miti” e della storia dei popoli, attraverso simbologie e movimenti scenici.

– UPP,  Universo percussivo dei popoli

A cura di: Carlos Ujhama Marques Membro dell’International Dance Council CID / UNESCO, professore e direttore artistico.

Brazilian Dance Concept – Afrossá | São Paulo/BR.

Estimulando o apoio a iniciativas de formação, intercambio e difusão cultural no Brasil e no exterior, o IABACE – Instituto Afro Brasileiro de Artes Cultura e Educação vem comunicar mais um ciclo de atividades com o objetivo de promover a valorização das expressões e manifestações culturais afro-brasileiras, através da dança.

AFROSSÁ BDC – PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE ESTUDOS DA DANÇA estará sendo apresentado, pela primeira vez, na acidade de SÃO PAULO entre os dias 12 e 22 de dezembro.

Escolas de dança, grupo culturais, companhias e coletivos poderão apresentar propostas para a realização de atividades e encontros com o Professor Carlos Ujhama (Membro do #CID, fundador do IABACE e colaborador internacional no Spazio Seme – Centro Artistico Internazionale | IT)

Interessados na organização de encontros, workshop e oficinas podem enviar propostas para o e-mail:

– info@iabacebahia.com

Saiba mais através do nosso portal: www.iabacebahia.com

Axé!

Vídeo Afrossá BDC – Rio de Janeiro | 2019

O IABACE – Instituto Afro Brasileiro de Artes Cultura e Educação realizou entre os dias 26 e 27 de Novembro, no Teatro Angel Viana (Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro) o “Programa Internacional de Estudos em Dança Afro Brasileira – AFROSSÁ BDC, com a participação do Prof. Carlos Ujhama (Membro do Conselho Internacional de Dança CID/UNESCO).

As atividades fizeram parte da programação do “1° Seminário Territorial de Danças Afro Brasileiras “ENTRE RIOS E BAÍAS – Legado, Resistência e novas Tecnologias”, que promoveu palestras destinadas ao conhecimento, reelaboração de conceitos atuais e novas metodologias sobre as danças afro brasileiras, bem como oferecer ao público práticas envolvendo o corpo negro, sua estética e performances como um segmento da cultura negra em diálogo com as linguagens artísticas da dança e do teatro.

Realização: IABACE – Instituto Afro Brasileiro de Artes Cultura e Educação – CID/UNESCO; Vera Lopes “Produção e Consultória; Escola Estadual de Teatro MARTINS PENNA; DNAE – Dança Negra Arte e Educação. Apoio: FUNARTE – Fundação Nacional das Artes; CEDINE – Conselho Estadual dos Direitos do Negro; Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro (Teatro Angel Viana – BR).

Vídeo – Afrossá BDC – Rio de Janeiro/2019.